#UniteInResistance contra o fascismo e a ocupação e #SmashTurkishFascism e os seus colaboradores em todo o lado!

Apelo à Acção contra os ataques às “Áreas de Defesa de Medya”

#UniteInResistance contra o fascismo e a ocupação e

#SmashTurkishFascism e os seus colaboradores em todo o lado!

Na sexta-feira, a 23 de Abril, o exército fascista Turco lançou uma operação terrestre na região de Avaşin, Metîna, e Zap a fim de ocupar novas partes do Sul do Curdistão. Depois do primeiro bombardeamento a Mamreşo na região de Avaşin, tropas turcas foram então largadas por helicópteros. Bombardeamentos e tropas no terreno estenderam-se então a Metîna, e mais tarde também à região de Zap. A Gerîla deu imediatamente respostas às tentativas de ocupação, infligindo golpes severos ao exército fascista turco.

Avaşin, Metîna, e Zap são regiões localizados nas “Áreas de Defesa de Medya” controladas pela guerrilha, e mais uma vez é importante sublinhar e compreender que qualquer ataque às “Áreas de Defesa de Medya” é também um ataque a toda a revolução, e portanto também a Rojava, à luta antifascista no Curdistão, à região, e portanto a todos e todas nós.

Estes renovados ataques e tentativas de ocupação por parte dos fascistas Turcos são uma continuação dos ataques contra Garê há alguns meses, e também contra Heftanin no ano passado, onde a resistência heróica da guerrilha e o apoio do movimento de resistência internacional resultaram em derrotas devastadoras para os fascistas.

O objectivo dos fascistas Turcos é óbvio e desde então não mudou: eles querem ocupar o

Curdistão do Sul, a fim de instalar uma zona tampão entre o Curdistão do Sul e o Curdistão do Norte, que facilitaria uma nova invasão a Rojava e à ocupação de Shengal, assim como também seria um grande golpe para a guerrilha com o objectivo de quebrar a sua determinação. Tudo isto acontece com o consentimento dos EUA, da Europa e de outras potências internacionais.

Os EUA, por exemplo, renovaram apenas recentemente a sua oferta de pagar vários milhões de dólares como recompensa pela captura de ou informações sobre Cemil Bayık, Duran Kalkan e Murat Karayılan, três revolucionários curdos e quadros dirigentes do Movimento de Liberdade Curdo, mostrando que as potências internacionalistas querem destruir as ideias e práticas revolucionárias provenientes do Movimento de Liberdade Curdo!

Mas como em Zap, Heftanîn, e Garê, o Curdistão é o cemitério do fascismo!

Apelamos a todos e todas para que tomem medidas imediatas! Tomem a iniciativa de ir para as ruas, juntem-se e organizem manifestações à vossa volta. Veja o mapa de alguns alvos no website do RiseUp4Rojava!

Apoia e intensifica a luta comum com a guerrilha, como temos mostrado há cerca de 2 meses

de uma forma unida contra os ataques em Garê! Garê foi a nossa vitória comum, e desta vez vamos

ser mais uma vez vitoriosos!

Juntos, nós #UniteInResistance contra o fascismo e a ocupação!

 

#SmashTurkishFascism e defende a revolução e as suas conquistas!

A revolução no Médio Oriente vencerá – o fascismo será esmagado!

Comuna Internacionalista de Rojava,

Jovens Mulheres Internacionalistas,

RiseUp4Rojava-Network Coordination,

24.04.2021