6º aniversário da libertação de Kobanê

– Kobanê e Rojava não caíram; nem cairão agora, nem no futuro! –

O dia 26 de janeiro de 2015 é uma data que o povo de Kobane, de Rojava, da região e até de todo o planeta jamais esquecerá. Neste dia, Kobane deixou permanente a sua marca significativa na nossa perspectiva revolucionária comum. Tornou-se conhecida em todo o lado como um símbolo da nossa resistência comum, luta comum e vitória comum contra o fascismo e por uma vida alternativa de mulheres libertas e empoderadas, democracia radical e ecológica a ser constantemente defendida entre o caos, guerra e destruição provocadas pelo sistema de estado-nação assolado pela crise da modernidade capitalista.

Há 6 anos atrás, após 134 dias de árdua luta e com o sacrifício heróico dos nossos mártires, o Estado Islâmico foi derrotado em Kobane. A partir de 15 de setembro de 2014, as gangues assassinas e fascistas do Estado Islâmico marcharam de todos os quatro lados para a cidade de Kobane a fim de expandir o seu auto-proclamado califado, que tem sido apoiado pelo estado fascista turco desde o início. No entanto, a resistência heróica e a luta comum das/os milhares de lutadoras/es das unidades de proteção da Mulher e do Povo, YPJ e YPG, da população de Kobane, às várias resistências em todas as partes do Curdistão, como os escudos humanos na fronteira com Bakur (Curdistão Norte), e dos milhões de pessoas por todo o mundo, todas juntas além quaisquer fronteiras, levaram à nossa vitória comum em defesa da revolução de Rojava / Nordeste da Síria.

Especialmente em tempos de constante e crescente exploração capitalista, controle de Estado e opressão por toda a parte e especialmente durante a pandemia global, o povo de Rojava / Nordeste da Síria fornece respostas muito práticas para as principais questões actuais, e as nossas vitórias comuns deram esperança em todos os lugares do mundo. No entanto, a guerra e o caos são alimentados diariamente, e os inimigos fascistas, capitalistas e imperialistas desta revolução põem em perigo e atacam as vitórias e esperanças comuns sem interrupção. Desde 2016, o estado fascista turco, sob a liderança do ditador Erdogan e junto com os seus aliados islâmicos, invadiu repetidamente áreas libertadas de Rojava / Nordeste da Síria e atualmente ocupa grandes zonas de Afrin a Serekaniye. A guerra diária e os contínuos ataques genocidas em e contra todas as partes de Rojava, como na região de Afrin, de Ain Issa, de Kobanê, de Til Temir, bem como em outras regiões além de Rojava, onde as pessoas trabalham para construir uma vida autónoma, mostram claramente que o estado fascista turco – ao reactivar constantemente as suas gangues islâmicas – não tem intenção de parar, mas visa aniquilar totalmente as nossas vitórias comuns, a nossa esperança de liberdade, a nossa revolução. As potências imperialistas, que vão da OTAN à Federação Russa, juntamente com instituições financeiras e o corporativismo global, não só ficam em silêncio, mas também legitimam o fascismo turco através do seu apoio político, económico, diplomático e militar ao regime de Ankara, lucrando com os massacres e ataques contra o povo e a revolução em Rojava e em todo o Curdistão. O povo em Rojava e no Curdistão mostra uma resistência heróica e permanente a esses ataques contínuos, defendendo e continuando a construir a nossa revolução comum. O apoio global ao fascismo turco deve ser continuamente combatido internacionalmente, também, e as nossas políticas de protesto também precisam de ser aumentadas para uma resistência política permanente como antifascistas que estão determinados a defender nossa revolução.

Portanto, ao continuar a mobilizar, organizar e agir (na forma de bloquear, ocupar, perturbar), continuamos a dar novos passos para esmagar o fascismo turco de uma vez por todas. E continuando a construir as estruturas que Rojava nos tem praticamente mostrado, apesar de todas as dificuldades vindas de todo o lado, defendemos as nossas duras vitórias conquistadas como o fizémos há 6 anos atrás na batalha de Kobane. Ao continuarmos a fazer desta revolução a nossa e continuando a luta, muito já foi alcançado desde a batalha de Kobane, e muito mais será ao continuarmos juntos neste caminho!

Kobane e Rojava não caíram então; nem cairão agora, nem no futuro!

A revolução no Oriente Médio vencerá – o fascismo será esmagado.

Viva a solidariedade internacional!

#RiseUp4Rojava

#SmashTurkishFascism

#RiseUpAgainstFascism

#BijiBerxwedanaKobane

Campanha RiseUp4Rojava,

26 de Janeiro de 2021

1