– 9 anos de Revolução em Rojava –

CONTINUAMOS A “UNIR-NOS EM RESISTÊNCIA”

Solidariedade com a resistência antifascista da guerrilha nas montanhas e do povo em Rojava.

A 19 de julho de 2012, o povo de Kobane assumiu o controlo do seu próprio destino, expulsou os capangas do regime de Assad e começou a construir o seu próprio auto-governo. No dia seguinte, a 20 de julho, o povo de Efrîn fez o mesmo e, nos meses seguintes, o povo de Cizir seguiu-os passo a passo. Desde então, 9 anos se passaram.

Rojava é uma luta para todas nós

Nestes 9 anos, Rojava foi e continua a ser exposta a uma variedade de ataques a nível físico-militar, económico, ideológico, social, diplomático-político e psicológico. Rojava e o Movimento de Liberdade nas 4 partes do Curdistão – apesar da difícil e complicada situação e condições – provou ser um bastião contra o fascismo durante estes 9 anos. O EI (Estado Islâmico) foi eliminado e uma linha independente foi defendida contra quaisquer tentativas de apropriação por parte das forças imperialistas regionais e internacionais. É por isso que Rojava é uma luta para todas nós, um sinal de esperança, um símbolo de que mesmo no século XXI os oprimidos podem tomar o seu destino para as suas próprias mãos e escrever a sua própria história de resistência e libertação bem-sucedidas.

Rojava é uma revolução para todas nós

Rojava estabeleceu-se como a revolução do futuro por uma vida livre. Nesta revolução socialista do século XXI, há espaço para toda a gente. Hoje, numa região destruída durante centenas de anos pelo colonialismo, nacionalismo e racismo, curdos e árabes, arménios e assírios, muçulmanos e cristãos vivem em conjunto e tentam eles próprios remodelar o seu mundo. Rojava é uma revolução para todas nós, mostrando o caminho a seguir para a libertação das mulheres, para uma economia ecológica e uma democracia de base auto-determinada. Rojava é a prova de que o capitalismo não é o “fim da história”, mas que nós próprios podemos continuar a escrever a história e superar o capitalismo.

Efrîn, Serêkaniyê, Heftanîn, Metîna, Zap e Avaşîn – Resistência Antifascista

Rojava e a revolução no Curdistão estão ameaçadas porque, por menor que sejam geograficamente, desafiam o existente e mostram uma alternativa clara. A revolução no Curdistão é atualmente mais do que apenas um espinho nas costas dos imperialistas e fascistas. Para eles, representa um grande perigo que temem. Perante este cenário, eles estão a fazer tudo ao seu alcance para acabar com a garantia da revolução, o PKK e as guerrilhas. O ataque do fascismo turco às montanhas libertadas das Áreas de Defesa Medya é um ataque a todas as conquistas da revolução. Tal como a revolução em Rojava continua a ser defendida nas linhas da frente de Efrîn, Serêkaniyê e Girê Spî, ela é defendida hoje em dia especialmente em Metîna, Zap e Avaşîn.

A Guerrilha, o Povo e a Solidariedade Internacional

A vitória sobre o fascismo – que aterroriza os povos da região e ocupa e coloniza o Curdistão – não está longe. Esta vitória é possível hoje e agora, se percebermos que não há diferença entre a guerrilha e Rojava, mas que todo ataque à guerrilha é um ataque a Rojava. As guerrilhas, as pessoas no Norte e no Sul do Curdistão, bem como em Rojava, resistem heroicamente. Uma resistência contra o fascismo e o colonialismo, uma resistência pela autodeterminação e por uma vida livre e digna.

Da mesma forma, temos de defender a revolução em Rojava, que defendemos internacionalmente em 2014 na época de Kobanê, em 2018 na época de Efrîn e em 2019 na época de Serêkaniyê. Temos hoje de defendê-la internacionalmente sendo solidários com a guerrilha e lutando contra o fascismo onde quer que o encontremos.

No 9º aniversário da revolução em Rojava, com o espírito da atual resistência heróica das guerrilhas em Metîna, Zap e Avaşîn, apelamos a vocês para perturbar, bloquear e ocupar o fascismo turco, as suas instituições e o seu apoio internacional.

De 17 a 19 de julho, vamos tomar as ruas em todos os lugares em solidariedade com a resistência das guerrilhas, com alegria pelo aniversário da revolução e com ódio contra o fascismo, e deixemos tanto a nossa raiva quanto a nossa alegria expressarem-se de forma criativa, especialmente com ações criativas contra a indústria do turismo no dia 19 de julho!

Juntos, continuamos a Unir-nos em Resistência!

Juntos, vamos destruir o fascismo turco!

Juntos, vamos defender Rojava!

Juntos, vamos defender o Curdistão!

Campanha Rise Up 4 Rojava

Comuna Internacionalista de Rojava

Jovens Mulheres Internacionalistas

 

Conceito para os Dias de Ação pelo aniversário da Revolução de Rojava

Dias de ação: 17 a 19 de julho de 2021

Slogan: Continuamos a Unir-nos em Resistência; Esmaguemos o fascismo turco

 

Hashtags: #UniteInResistance

#SmashTurkishFascism

#RiseUp4Rojava

#RiseUp4Kurdistan

#DefendKurdistan

 

Foco principal: Conquistas dos 9 anos de revolução; A Guerrilha é a Garantia da Defesa da Revolução em Rojava e em todos os lugares

 

Objetivo e programa:

1) 17 a 18 de julho: Manifestações e Ações de Solidariedade em todos os lugares para saudar a revolução e a resistência das guerrilhas

2) 19 de Julho: Ações descentralizadas contra o fascismo turco – com foco principal no turismo